A Convivência como Instrumento Desinstitucionalizante

(Re)Construindo Cidadanias
 
 
Novas Edições Acadêmicas (Verlag)
  • erschienen am 28. Juli 2018
 
  • Buch
  • |
  • Softcover
  • |
  • 104 Seiten
978-613-9-62013-5 (ISBN)
 
Este livro é fruto de um trabalho de conclusão de curso em Psicologia apresentado em 2012. A partir de reflexões, inquietações e vivências no contexto da saúde mental, a proposta principal deste trabalho é construir conhecimento sobre a convivência e sua importância como potencial instrumento de desinstitucionalização e cuidado. Para desenvolver o tema, o livro traz discussões acerca da loucura, da reforma psiquiátrica, da luta antimanicomial e da desinstitucionalização. Além disso, o autor realizou uma pesquisa-ação no âmbito de uma oficina em um Centro de Convivência e Cultura em Saúde Mental, a ONG Inverso, com a finalidade de retratar o modo como a convivência é construída no cotidiano do centro e sua importância no cuidado com a pessoa em sofrimento psíquico grave.
  • Höhe: 220 mm
  • |
  • Breite: 150 mm
  • |
  • Dicke: 6 mm
  • 171 gr
978-613-9-62013-5 (9786139620135)
Graduado em Psicologia pelo Centro Universitário de Brasília - UniCEUB, em 2012. Aluno extensionista do Projeto Interdisciplinar em Saúde Mental - PrISME em 2011, atuando no CAPS II e na ONG Inverso sob orientação da Professora Dra. Tania Inessa Martins de Resende. Coautor do livro "Portas Abertas para a Loucura", publicado em 2017.

Sofort lieferbar

54,90 €
inkl. 5% MwSt.
in den Warenkorb